quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Triste

Depois do post anterior em que estava tão feliz, segue-se um triste, muito triste... A esta hora o papá já devia estar em Lisboa e agora estariamos os 3 juntinhos à espera do Natal.
Mas o temporal que teima em continuar na Madeira, impossibilitou isso. O P. não pode sair de lá. Agora estão as 2 partes a sentir-se incompletas e tristes e com a certeza que o seu Natal não será tão bom como tinham imaginado há umas semanas.
Estou tão triste, não consigo dizer mais nada... Feliz Natal a todos que nos lêem.

sábado, 19 de dezembro de 2009

Bom, bom é...

chegar a Lisboa às 8.55h, estarem 6ºC e ter uns braços quentes para nos receber. A Tiz passou uma manhã doida de tanta emoção com os avós e bisos. Agora estou à espera que acorde porque precisamos urgentemente de ir às compras... não temos roupa para estas temperaturas.
Engraçado que temos tendência para esquecer as coisas que menos gostamos, não é? ;)

Estou em casa, é Natal!!! (Verdade seja dita, que sempre que venho a casa é Natal!)

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Semana atribulada (que é para não dizer pior)

De Domingo para 2ª, por volta das 4 da manhã a Tiz começa a ficar agitada, vou ao quarto várias vezes, mas ela tem sempre a chucha e eu torno-me a deitar completamente "bêbeda" de sono... Só à 4ª ida percebo que está quente, levanto-a, vejo-lhe a temperatura e ela acorda.
Toma benuron, bebe leitinho e fica na cama ao meu lado. Só adormece depois das 6h da manhã, às 7 levanto-me e ela fica em casa com o pai.
O pai vai controlando a febre e a princesa acorda com a pica toda às 11h. Chego eu a casa por volta da 13.30h e já ela está quase nos 39º, novamente benuron.
Começo a tentar ligar ao médico dela, que não me atende. O que eu achava mais estranho em tudo isto, é que ela ainda estava a tomar o antibiótico e não se queixava de nada, excepto de um dói-dói no pescoço.
O dia vai-se passando e a febre teima em reaparecer ao fim de 6, 7 horas depois de tomar o benuron. Ao fim do dia, já me tinha apercebido que o que ela se queixava no pescoço, não era um mau jeito ao dormir, mas sim uns "caroços" bem inchados na zona do pescoço por debaixo das orelhas. E quando estava com febre estes ficavam bastante inchados e duros.
Esqueci-me de dizer que a par da madrugada febril da Tiz, houve ainda um temporal por estes lados. Quando saí de casa para ir trabalhar, tive medo de conduzir. Tanta chuva, tanto vento, nevoeiro... Ao sair do carro até à porta da escola, fiquei ensopada dos joelhos para baixo. Andei toda a manhã com os pés molhados, o que me valeu uma valente constipação.
Quando ao princípio da noite, me atendem o telemóvel, era a empregada a dizer que o dr. estava mesmo muito ocupado e que não podia atender.
Mais uma noite se passou e 3ª feira o médico não dá consultas, toca a telefonar para uma dúzia de clínicas e lá conseguimos uma consulta para o início da tarde.
Esta dra., muito simpática por sinal, observa-a e constata que de facto ela não tem nada. A febre deve ser de uma virose e temos que esperar mais 2 dias para ver se passa... Os caroços, que me estavam a deixar tão nervosa, são gânglios inflamados devido à infecção e é apenas o corpo a defender-se.
Vim para casa mais descansada, e teve febre a última vez na 3ª feira à hora do jantar. Os gânglios estavam menos inchados, mas ainda não tinham "desaparecido"...
Este coração não fica descansado enquanto ela não é vista pelo médico que a conhece bem, e na 4ª feira toca de marcarmos uma consulta com o médico dela.
Uma consulta de urgência nunca tem hora marcada e passamos o dia a olhar para o telefone à espera que nos chamem... acabámos por sair de casa às 21h e dar uma volta no c.c., aproveitei para fazer umas últimas compras e às 22h a Tiz pede uma sopa ?!
Andámos por lá até o centro fechar, quem nos visse com uma criança tão pequena a passear no shopping àquela hora, havia de nos chamar de tudo :/
Vamos para o consultório e somos chamados às 00.40h. A Tiz sempre feliz da vida a brincar e a pintar desenhos na mesinha da sala de espera.
O médico observa e confirma que está tudo ok, (nariz, garganta, parte respiratória) ela teve qualquer coisa viral, até porque já não tem febre há 1 dia, mas os gânglios ainda não estão normais e como vamos para Lisboa no Sábado e ele quer ter a certeza absoluta de que está tudo bem, mandou fazer analíses ao sangue.
Disse que se não fossemos viajar, esta hipótese nem se punha, mas sendo este o caso, preferia eliminar mesmo a mais remota hipótese. Como eu adoro este homem! Eu também sou muito "miúdinha", principalmente no que se refere à Tiz, e prefiro eliminar todas as hipóteses.
Não quer isto dizer que fiquei satisfeita por ela ter que tirar sangue, muito pelo contrário, fiquei logo em stress...
A Tiz adormeceu pelo caminho e nós perto das 2h, às 10h estávamos a pé, para as dolorosas análises, a nossa princesinha portou-se tão bem! Eu nem por isso, pois chorei tanto quanto ela... Logo que saímos do laboratório fomos comprar uma boneca, ela escolheu a baby Sophie e logo esqueceu a pica.
À tarde o pai foi buscar o resultado, levou ao médico e confirmou-se que está tudo bem. Que alívio!
Toca a telefonar a sossegar os coraçõezinhos das avós também.
Ora todos estes episódios, aliados à última semana de aulas, com avaliações para fazer, 300.000 grelhas e itens para preencher, últimas compras de natal, eu e o pai a dividir-nos, ora-trabalha-meio-dia-um-ora-trabalha-o-outro, a minha brutal constipação com direito a dores no corpo e nariz em ferida de tanto me assoar, hoje o pai herdou a desgraçada e também se encontra em estado ranhoso.
Pois que para piorar tudo isto, o temporal continua, ontem parecia ter acalmado, mas hoje piorou a valer.
Neste momento está tanto, mas tanto vento, que eu dentro de casa consigo ter medo, eu sei que sou um bocadinho galinha, mas o vento é mesmo assustador e vem carregadinho de chuva.
O vento assobia nas janelas que estremeçem... Quem me conhece sabe o que sinto em relação a andar de avião... 2 semanas antes já começo a estar alerta em relação ao tempo.
Ora um temporal desta dimensão a 30h de ir viajar, não deixa este coração descansado. As malas já estão a 80%, a ansiedade está ao máximo, a vontade de rever os meus amores nem se fala e a possibilidade de eu ter que alterar a passagem aflige-me...
A minha prenda de Natal já recebi há 2 semanas, hoje tive outra prenda maravilhosa, mas ainda assim peço outra ao Pai Natal... Pelo amor de todos os santinhos, convence o São Pedro a amenizar o tempo por aqui, as últimas 2 semanas estiveram dias de Primavera e logo agora o tempo tinha que piorar?

Por favor, estou desejosa de ir para o frio da minha terrinha!!!

Este texto deve estar tão confuso quanto a semana que passou, amanhã é a festa da minha escola de manhã e à tarde a da Tiz. Vou ver se durmo, se me conseguir abstrair do vento...

beijos***

domingo, 13 de dezembro de 2009

Ex librís cá de casa

A Tiz delira com o presépio e quando damos por ela já encostou uma cadeira ao móvel e subiu para mexer, conversar, beijar o menino Jesus!


sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

As paixões do momento




quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Tou ponta!

Mamã, papá, xpaxem-se, eu tou ponta! Vamos à rua!


terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Prendas e pai natal

As prendas estão 80% compradas, o que não é nada normal cá em casa... Para a Tiz ainda não estão todas, pois algumas compraremos já em Lisboa, para não irmos carregados daqui para lá.
A Tiz já sabe o que quer pedir ao pai natal e apregoa-o várias vezes por dia a quem a quiser ouvir:

uma muneca

um uxinho gande

um banho bebé
leia-se banheira

um carro gande
que ainda não descobrimos a que se refere

Já houve dias em que pediu tóias e bôuo (?!) histórias e bolo

Bonecas ela já tem carradas, eu própria não resisti e já lhe comprei uma e já sei de mais 2 que ela vai receber, claro que para além destas virão mais concerteza.
Portanto, amigos e familiares que nos leêm e tencionam dar uma prenda à Tiz, não ofereçam bonecas. Eu preferia livros, jogos, puzzles, claro que podem vir acompanhados de acessórios terrívelmennnnte femininos ;)

Por aqui...

O tempo é cada vez mais escasso e passo por aqui muito menos do que aquilo que gostaria, por isso aproveito agora que a Tiz foi dormir mais cedo, para contar as novidades.
Após uma tosse que persistia há quase 2 semanas, e 3 dias com uma febrícula que não chegou aos 37,5º, resolvemos levá-la para ser vista pelo médico mais uma vez.
Após observá-la não viu sinal de inflamação em lado nenhum, mas a expectoração estava lá, pelo que receitou antibiótico e depois de tantos meses voltámos à bomba de ventilan e flixotaide como prevenção.
Perguntou se havia algo novo em casa ou na escola, que possa estar a desencadear algum tipo de reacção alérgica. É que podemos estar a tratar os sintomas, mas o problema continuar lá....
Dois dias depois vêm-se francas melhoras, já não tosse quase nada.
As noites mesmo sem tosse não continuam fáceis, de há 2 semanas para cá, a minha princesa dorminhoca, anda muito agitada, pesadelos, gritos a chamar por mim durante a noite, enfim um filme... Há dias em que pareço um zombie!
Não estava nada habituada a isto e vou pedir ao pai natal que traga de volta o sono sereno e tranquilo a que a Tiz sempre nos habituou.
Estas 2 próximas semanas serão muito preenchidas, profissional e socialmente, pelo que precisamos de dormir, a Tiz até anda com olheiras, a genética é tramada... desculpa filhota!

Mas não foram os percalços, a razão que me trouxe aqui, é que eu quero deixar registadas as coisas maravilhosas que eu oiço a minha filha dizer todos os dias, são às dezenas, não estou a exagerar, mas este pobre e sonolento cérebro não consegue registar nem metade. Claro que neste momento não me lembro de quase nada, mas aqui vão algumas:

Péia mamã péia, titiz dix coisa papá
- Espera, mamã espera, Titiz diz uma coisa ao papá. Enquanto esticava o braço e a mão, à minha frente, muito aflita por não a deixar falar.

Eu xou pequenina. Titiz qué cadas pas têlas - Titiz quer escadas para chegar às estrelas. E a forma com que ela disse isto, os gestos que usou, uma ternura.

Viste a minha chucha mamã? - Enquanto "varria" a sala com os olhos à procura da adorada amiga.

Como te chamas? Ma'ia Titiz Quantos anos tens? Tanho du anos (levantando os dedos). Eu tinha um bôuo gande na festa e eu comi todo!

Ao ouvir um carro a arrancar com bastante estardalhaço, exclama: Ai que baíuio(barulho)! Eu tanho medo, os carros são pe'igosos!

Mãe quéio batôn, papá tu não podes, és menino!

Ai meu Deus! Enquanto leva as mãos à cabeça.

Mãe, eu xou gande e eu tanho cuecas. Pois, mas usas chucha, e os bebés é que usam chucha... Mãe mas eu xou pequenina. E diz a última frase baixando a voz , encostando a cabeça no meu ombro e a fazer um beicinho lindo com os lábios.

Eu nem consigo explicar este estado de amor em que vivo, eu já disse que esta miúda há-de levar-me à loucura ;)

Ando completamente, estupidamente apaixonada por ela, pela fase em que ela está, por tudo o que ela diz, faz, a entoação com que fala consoante aquilo que diz, o modo como aplica as palavras novas nos momentos certos.

Diz obrigada, com licença, se faz favor, SEMPRE em todas as situações, deixa-me completamente babada e de lágrima no olho várias vezes por dia.

Anda completamente mamã dependente e eu AMO isso!

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Hoje

A Tiz foi comigo aos correios a caminho de casa. Enquanto eu estava a ser atentida, ela estava sentada no balcão e reparou que atrás de si estava um cartaz de publicidade à Unicef, a foto era de um menino africano com um sorriso lindo.
Ela perguntou: quem é mamã?
Eu: é um menino.
Ela: tá pintada a cara.

Ao chegar ao estacionamento, apontou para o carro parado ao lado do nosso e disse: olha o póting mamã! Eu procurei à volta, à espera de ver um símbolo do sporting por ali, (pois ela identifica-o em todo o lado... babaaaaa) até que reparo que o carro era um peugeot e como tal tinha o símbolo de um leão.
Palavras para quê? Levou beijos naquelas bochechas até me dizer, já chega mamã!

Reacções à vacina

A enfermeira informou que podia ter sintomas de constipação/ dores no corpo/ febre/ prostração/ falta de apetite.
Felizmente nada disto se verificou. Ficou sim, com a zona há volta da picada inchada e doía-lhe, pois por vezes no meio da brincadeira, lá saía um ai, titiz tem di-dói!!! Foi a pica!
O local onde entrou a agulha ainda está um pouco negro.
Nem quero imaginar que ainda vai ter que levar outra dose...

Hoje quando a fui buscar à creche achei-a um pouco quente, e ao chegar a casa medi a temperatura, 37,9ºC.
Não acredito que esteja relacionado com a vacina, pois a reacção a esta seria esperada nas 48 horas seguintes...
Tomou o benuron e dorme desde as 20.30h, espero que tenha sido um episódio isolado.

Do desfralde

O desfralde começou na creche há quase 1 mês. Lá, ela passa períodos sem fralda, e pede para ir ao bacio ou à sanita, daquelas em miniatura que eu acho tão engraçadas.
Em casa pede quase sempre para ir ao bacio, principalmente à noite quando já está na cama... pode ser para "queimar" tempo, como já disse lá em baixo, mas também é quando está menos distraída.
Para dormir usa fralda, pelos comentários no outro post penso que algumas pessoas ficaram com a ideia que o desfralde vai mais avançado, mas não, começámos há pouco tempo. Ela usa fralda à noite, naquele dia em que pediu bacio, poderia muito bem ter feito na fralda, mas já devia estar com um sono mais leve e consciente.
Adora as toalhitas kandoo, diz que é o sapo kandoo e adora limpar-se. Fica tão feliz quando faz xixi e/ou cocó e fica eufórica e com os olhos tão brilhantes a olhar para nós à espera de uma atitude recíproca. Diz sempre que vai fazer 2 cocós, um para o pai e outro para a mãe.
Fora de casa, ainda nunca pediu para fazer no bacio, a excitação é maior e deve de assumir que fora de casa não tem o seu bacio.
E por um lado eu até agradeço, como é que vou fazer quando ela pedir para fazer xixi no meio da rua? Ter que usar uma casa de banho pública? E como é que ela se senta? Nos centros comerciais costumam haver casas de banho para crianças com aquelas sanitas minúsculas e costumam estar mais ou menos limpas. Mas e nos outros lugares?
Vocês com mais experiência, como costumam fazer?

Hora de ir dormir

Nos dias de semana, por volta das 20.30/21h, acaba a brincadeira, damos o xarope e outras "porcarias" da praxe, lavar os dentes, ir ao bacio, pôr a fralda...
Depois a Tiz senta-se na cama e eu do lado de fora, no banquinho do ikea, leio uma história à sua escolha.
No fim da história pede sempre mais, eu já lhe disse que é só uma, mas ela tenta sempre :)
Depois disto apago a luz e ela pede leitinho e vem para o meu colo, à espera que o pai traga o leite. Bebe, continua a beber no máximo 100 ml, e depois pede para ir para a cama.
Por vezes ainda pede água e chá. Há dias em que pede para vir um bocadinho para o meu colo.
Agora a novidade é pedir o bacio. Embora saiba que ela quer é "queimar" tempo, o que é certo é que ela faz sempre qualquer coisa. E torna a limpar e colocar novamente a fralda.
Depois ainda pede um brinquedo. Quando finalmente se deita, adormece em 5 ou 10 min.

domingo, 29 de novembro de 2009

Desvantagens do desfralde

Ouvirmos chamar do outro quarto : Mamã quéio fazê xixi. Olharmos para o relógio e serem 6:45h zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz....

E também me chegou a mim...

Em 2 anos e meio de blogosfera nunca me tinham vindo bater à porta pessoas com estúpidas e/ou com intenções desagradáveis, mas como para tudo à uma primeira vez, esta foi a nossa vez.
É incrível como há determinadas criaturas, que nunca tinham comentado uma palavra no nosso blog e agora vêm com intenções de lições de moral...
Assim sendo os comentários passaram a ser moderados, porque este espaço é meu e não a casa da mãe "joana" em que cada um diz o que quer!

sábado, 28 de novembro de 2009

Alto e pára o baile!

Depois de ver que surgiu algum alarido na minha caixa de comentários, achei por bem esclarecer uma coisa.
O pediatra da minha filha é a favor da vacinação. O facto de ter passado uma autorização para que a minha filha levasse a vacina,(pois como já tem mais de 24 meses só assim a poderia levar) tem exclusivamente a ver com o facto de ela ter um historial de problemas respiratórios.
Não se tratou de maneira nenhuma de um favorecimento, pois no fim da consulta eu pago os mesmos 55€ que toda a gente e os meus olhos não são assim tão bonitos.
Quando estava no centro de saúde, estava uma senhora no balcão do lado a marcar a vacina para a filha de 8 anos...
Deixo aqui a minha singela opinião, quem tiver familiares com problemas graves e que queira levar a dita vacina é bom que tire o cú do sofá e vá tratar disso!
Ou vão estar à espera que o centro de saúde telefone? E já agora ia a casa dar a vacina não?
Eu já deixei de acreditar no Pai Natal e no coelhinho da Páscoa há uns anos...

Agradeço a quem veio aqui dizer que o meu post estava a levantar polémica e que até já circulava no messenger.
Que o tuga é um povo mesquinho por natureza eu já sabia, mas eu pessoalmente tento fazer diferente, se tenho algum problema com alguém olho na cara e tento resolver, foi assim que fui educada!
Se alguém queria colocar alguma questão, devia tê-la colocado a mim!
É incrível o que a falta de ocupação provoca... e eu com roupa para passar a ferro que quase tapa as costas da cadeira... alguém está interessado? Será que podiam colocar este post a circular na net? Pode ser que me apareça alguém carregadinho de espírito natalício a querer fazer uma boa acção.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

E a decisão foi tomada

E como a Scas me aconselhou, escolhi com o coração. Da conversa que tivemos com o pediatra ficou-me essencialmente isto.
O aparelho respiratório é sempre o mais sacrificado nas crianças, daí que, principalmente as que andam em infantários, passam os meses frios com tosse e ranho.
Este tipo de gripe afecta de forma mais pesada precisamente esta área, e é impossível prever como é que uma criança tão pequena, ainda que saudável, vai reagir.
Posto isto, e muito do que pesquisei na net, andávamos com uma queda para o sim. Andei os últimos dias com a prescrição da vacina na mala, sempre que olhava para ela o meu coração disparava...
Hoje tive o click que faltava. Apareceu mais um caso de gripe A na minha escola. Está demasiado perto e o sim ficou definido no meu coração.

Fui ao centro de saúde para marcar a vacina e respondem-me que podia ser administrada na hora, tremi, transpirei e fui o caminho do centro de saúde até ao infantário para buscá-la a chorar e a telefonar para os meus amores maiores para me ajudarem. Precisava de ouvi-los dizer que não ia haver problema.
Enquanto esperávamos pela nossa vez, brincámos os 3 pelos corredores e a alegria dela contagiou-me.
Expliquei o que ia acontecer e ela respondia que não... Quando chegou a hora, ela chorou, notava-se que estava mesmo com dor no braço, mas também era um choro de mágoa pela traição que os pais lhe fizeram.
Muito choro, mimo e colo foi o que ela quis durante as 2 horas seguintes, apartir daí voltou a nossa Tiz, enérgica, maravilhosa, mas com algumas dores no braço.
Adormeceu ao meu lado, a mexer-me nos lábios como tanto gosta. Agora dorme tão tranquila e serena. E hoje vai dormir junto a mim para que possa estar mais alerta.
Amanhã fica em casa, de manhã com o pai e depois do almoço rendemo-nos.
Tenho a certeza que vai ficar tudo bem, pois tudo o que fazemos é para o seu bem-estar e segurança.
Tudo é feito com o coração.

Parabéns Avó

Não posso deixar acabar o dia sem dar os parabéns a 1 das 3 mulheres mais especiais da minha vida.
Amo-te demais minha avózinha linda.
Muito da pessoa que sou devo-o a ela, medrosa, mas também responsável, meticulosa, exigente. Uma parte muito importante da minha vida, foi vivida com ela, absorvendo todos os seus passos e hábitos.
Sempre viveste e continuas a viver para nós e nenhum de nós consegue imaginar a nossa vida sem ti.
És um ser humano único e extraordinário. O que mais quero é que sejas uma centenária com saúde!

Mil beijos***

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Novembro


Novembro 2008


Novembro 2009

Um ano separam estas fotos e a minha pequenina, de pequena já tem pouco... já tem quase 1 metro ;)
Continua doce, com ataques de rabujice e logo pede "rupa" (desculpa) quando vê que estamos chateados.
Adora brincar, fala pelos cotovelos, adora cada vez mais a chucha e a passagem das fraldas para as cuecas está a correr muito bem. Mas sobre tudo isto falarei com mais calma, quando o tempo assim o permitir.
Ando mesmo muito cansada (ontem fui para o médico com a tensão a 7,5/5), a dar as últimas e sem tempo para nada... e tanto que há para dizer...
Titiz, mesmo cansada e por vezes com menos paciência, a mãe ama-te cada dia mais um bocadinho, tá bem?

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Ainda a vacina...

Hoje fomos ao médico e a conversa dele fez-me hesitar perante o não assumido que levava comigo, continuo a ter medo, continuo sem saber o que fazer...
O facto de eu estar num grupo de alto risco, embora não assumido socialmente, faz-me temer ainda mais pela possibilidade de contagiá-la...
Vamos ter que decidir... Obrigada aos que partilharam connosco a vossa opinião ;)

domingo, 22 de novembro de 2009

Parabéns Pai!

Que contes, muitos, muitos, muitos mais! Sempre com muita saúde e rodeado daqueles que te amam. Hoje não vamos puder estar aí como no ano passado, mas estamos aí de coração, como todos os dias, a abraçar-te e a encher-te de mimos.
És o melhor Pai do Mundo! Que tenhas um dia muito feliz!
Amo-te tanto daddy!!! Tatabéns vô Cáios!!!



22 de Novembro de 2008

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

E agora o que é que eu faço?

Não, não é a letra da música de uma novela brasileira antiga... É sim a letra de uma novela muito recente.
Vacino ou não vacino a Tiz???
A minha inclinação é claramente para não. Soube entretanto que essa era também a opinião do pediatra dela, no entanto soube hoje que ele já está a prescrever vacinas. Mudou de ideias?!
Estamos há espera de consulta há pouco mais de uma semana, será na próxima 2ª feira e espero que ele me consiga esclarecer...
Ai que aperto no coração não saber o que fazer...

E vocês já decidiram? Sim ou não?

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Adoro!

Cá em casa adoramos isto. O P. adora andar pela net a descobrir talentos e estamos viciados. É pena que não passa na tv portuguesa, vamo-nos contentando com cada novo episódio no you tube. Qualquer semelhança entre isto e o ídolos português é pura coincidência!

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Só para contrariar

Há dias em que só para contraiar, faz isto... Eu digo: Ri filha! E a resposta está aqui em baixo.




Lololol! Fica-lhe bem o ar de traquina ;)

sábado, 14 de novembro de 2009

2 anos e 4 meses

Hoje acabámos de decorar a árvore de Natal que montámos ontem à noite. A princesa participou activamente, desde carregar caixas com enfeites "tá pisado (pesado)", à decoração em si "ito não é fáxiu (fácil)".
Vibrou com a caixa de música que a Nana nos deu há algum tempo e tal como o ano passado não a largou um instante.
Depois fomos ao xópping ver o pai natal chegar e foi uma animação!
Tal como os últimos 28 meses contigo. Cada dia melhor que o anterior! Amo-te filha!!!

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Curtas que até são longas

Sexta feira passada deixei a Tiz a dormir e o P. de babysitter e fui jantar com as minhas colegas. Ainda fui 20 minutos a um bar, mas depois ala para casa. As minhas colegas insistiram para ficar mais um pouco, mas lá lhes expliquei que cada minuto ali, era menos um minuto que dormiria e elas lá me deixaram vir embora.
Soube tããããoooooo bem! Passaram exactamente 3 anos e 6 dias desde a última vez que "saí" à noite, agora não posso deixar passar tanto tempo outra vez ;)
E a Tiz no Sábado acordou às 9.15h, um amor!

Anda ranhosita desde 5ª feira passada, no Sábado descobri o 2º molar inferior esquerdo já metade de fora. Temos-lhe posto gotas no nariz antes de ir para a cama. No Domingo de manhã, deitada no muda-fraldas, onde lhe costumo por as gotas disse : Titiz não qué gotas mamã. Titiz põe (pôs) ontem!

Nos primeiros dias fez um berreiro, agora já põe as gotas praticamente sozinha, mas ainda assim, a meio do dia sem qualquer conversa nesse sentido diz: Não quéio gotas mamã.

Poxo mamã?
(mexer no comando da tv) Eu xou gande!

Na escola faz todos os dias xixi e cocó no bacio. Quando a vou buscar, ela fez há pouco tempo após a sesta e a educadora deixa no bacio para ela me mostrar.
Adora agarrar-me na mão e levar-me à casa de banho. Óia cocó 'indo mamã! Com um sorriso e alegria contagiantes.

Como se porta tão bem prometi-lhe uma prenda à escolha. Ficou feliz da vida e tratou de também pedir prendas à Nana, ao Cáios e à Bisa, e era vê-la ao telefone a explicar o brilharete do bacio e daí merecer umas prendas.

A prenda escolhida foi uma malinha com umas comidas em plástico. Chama ao brinquedo a p'enda e gosta de sentar-se no sofá e perguntar-nos: (O que) Tu quéies papá/mamã? Depois procura e dá-nos na boca.

Anda numa de escrever, pintar, fazer desenhos e dizer o que está a desenhar. Ler tóias e mais tóias. Adora os livros da fada Carolina e tem uma colecção deles que a minha mãe começou a fazer antes mesmo de ela nascer. Os livros têm engenhos pequenos e delicados por dentro e volta e meia lá salta qualquer coisa. Papá a'anja! O papá arranja tudo!
Brinca muito ao faz de conta, faz conversas imaginárias com os bonecos.

Apesar de ter desenhos animados preferidos (ruca, irmãos koala,...) já vê e gosta de quase tudo o que passa no Panda. Consegue manter-se durante longos períodos atenta ao que está a ver.
Um dia destes viu a Pequena Sereia, que o P. chama dos bonecos hipnotizadores, pois ela mal pisca os olhos tal é a atenção, e ainda viu metade do Rei Leão.
Agora anda in love com a princessinha do canal Panda, e canta tão bem a música. Esta e qualquer outra, apanha muito bem os tons e ritmos de canções, nesta saiu ao pai ;)
Adora dançar e dar saltos com os 2 pés, tipo sapo. Quando vê os parabéns do Panda, pergunta sempre: Qui (quem) é mãe?


À noite, depois de lavar os dentes e mudar a fralda, vai à estante escolher a tóia para a mamã ler, descalça as pantufas e sobe para a cama. Eu digo claramente para vou ler apenas uma, ela diz que sim, mas no fim faz sempre choradinho.
Eu apago a luz e sento-me ao lado dela no banquinho do Ikea. Passado 2 segundos pede 'eitinho e o P. lá nos traz o biberão. Assim que acaba de beber diz: cama. Quando quer ganhar tempo também pede ábua.
Deito-a e depois de rebolar um bocadinho, pede-me para lhe coçar os braços, pernas, costas e cabeça (cafuné). Uns dias adormece assim, noutros adormece com a cara em cima da minha mão.
Nos dias mais inquietos tenho que ralhar e ameaçar que me zango para ela sossegar. Um dia desta semana, disse-lhe que estava muito cansada e que ia para a minha cama descansar e que ela ia adormecer sozinha. Ela responde : Rupa (desculpa) mamã (tira a chucha e dá-me um beijo maravilhoso) Titiz deita. Fica aqui pé mim, tá bem?


Anda a vibrar com o pai tatal, com as árvores e com os enfeites. Do próximo fim de semana não pode passar, temos que fazer a nossa àrvore.


No Sábado passado fomos à feira dos 50% e trouxemos de lá algumas prendas para os primos e uma para a Titiz. E 4 pacotes de fraldas a 50%. Não é normal nesta altura já termos prendas compradas!

Adora chá. Pede-me chá a qualquer hora do dia e bebe copos e mais copos. Eu sou assim, também desde criança, adoro chá, mas não tenho por hábito beber todos os dias, não sei onde ela foi aprender isto...

Quando pai chega a casa é a hora da loucura. Brincadeiras, que incluem jogos, desenhos e fazer do pai, cavalo ;)


quarta-feira, 11 de novembro de 2009

11 de Novembro

Há 3 anos descobri o que já presentia há uns dias. Tu vinhas aí. E nada mais ficou como era. Cada dia é melhor que o anterior, por muito cinzento que esteja a ser o dia, a tua presença torna tudo suportável.
O teu beijo, abraço, as tuas conversas, dão uma nova dimensão a tudo.
Não me canso de agradecer-te por me teres escolhido e agradecer-Te por ma teres enviado.








Há uns tempos o disco externo levou muitas fotos que guardava religiosamente, nomeadamente as 30 fotos que guardava do teste de gravidez, que ostentava de vários ângulos os 2 tracinhos cor de rosa tão desejados. A caixa do teste ainda hoje está guardada numa minha gaveta e hoje saiu lá de dentro para relembrar um dia tão feliz.

Há 30 anos os meus pais anunciavam igualmente, a minha já pequena existência

E o "São Martinho" nunca mais foi o mesmo!

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Adoro

O que para uns é a fase da piroseira, para mim é uma delícia. Mal vê o colar e a pulseira de manhã, corre logo a enfeitar-se. Já deixa pôr ganchinhos na cabeça... ai felicidade suprema.
Há dias de que não prescinde da malinha a tiracolo e a cereja no topo do bolo... a chucha.

Há lá coisa melhor?!

Sou eu que estou mal?

Há 2 ou 3 dias que se nota o tempo mais fresquinho por aqui, eu continuo a usar sandálias, calças curtas e manga curta. De manhã visto um casaquinho levezinho.
Isto sou eu a resistir à chegada do frio... claro que já ando com uma dorzinha de garganta, mas não me quero convencer que o quentinho vai embora. Quando encontro um raio de sol, fico parada no meio do caminho a receber essa luz que me dá vida e sanidade mental também! Quando vejo por esta blogosfera fora, gente desejosa da chegada do frio, só me apetece atirar coisas pontiagudas e pesadas pelo ar...
A Tiz também tem coisas giras da nova estação para usar, mas por mim podiam continuar no fundo da gaveta mais uns meses.
Quando eu for rica e puder mudar de continente consoante as estações do ano, eu prometo que não chateio ninguém... mas até lá deixem o meu calorzinho sossegado!!!

Se eu consigo viver sem o sol quente, calor, céu azul, vestidos de alcinhas e havaianas no pé, um gelado na esplanada?
Consigo.
Mas não é a mesma coisa ;)

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

O escolhido

Uma semana depois posso arriscar dizer que finalmente temos vencedor. O que mais se aproximou foi o Leite do dia da Vigor, que provou no Verão, mas esse só aceitou 3 vezes. Há uma semana dei-lhe este e ela aceitou como se o Aptamil se tratasse. Tem bebido as mesmas quantidades de sempre e pede antes de ir para a cama.
O único senão é que depois de aberto só dura 48h, e ela não bebe 1l em 2 dias, talvez meio litro. Mas enfim não se pode ter tudo.

domingo, 1 de novembro de 2009

Fim de semana

Este fim de semana foi muito bom. Na sexta feira às 19.30h chega a minha mãe e a Tiz em pulgas chama por ela no aeroporto, corre para o seu colo e perdem-se as duas em miminhos deliciosos de ver... eu também os tive claro ;)
A Nana encheu-nos de prendas e jantámos num restaurante que a minha mãe gosta muito. Chegámos a casa e muita brincadeira... quase até às 23h!



O reencontro


Uma história antes de dormir

Sábado tinhamos que acordar muito cedinho, era um dia muito importante, o baptizado do pequeno Santigo.
Correu tudo muito bem, a cerimónia foi muito bonita, mas aí não consegui fotografar, tinha em mãos uma tarefa mais importante ;)
A festa estava linda, um dia de Verão, um calor escaldante mesmo como eu gosto.

O amigo de todas as horas

No convívio

Cheira Nana

As três

Os três


Hoje foi dia da Nana ir embora, só por isso foi triste. Mas deu para atestarmos o beijómetro, S. Pedro foi um querido e deu-nos tão bom tempo.
Agora é esperar ansiosamente pelo próximo mês para irmos nós em direcção a toda a família que está cheia de saudades e enchermo-nos de miminhos e de azevias e coscorões ;)

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

A crescer

Há tanto, tanto tempo que não falo da minha Tiz... Primeiro foi o pesadelo que veio ensombrar a nossa vida e depois (e continua) a constante falta de tempo da minha parte...
Mas felizmente, indiferente a tudo isto, a Tiz continua a sua vida normal com um desenvolvimento dia após dia, que nos deixa maravilhados, a todos os níveis!
Ora vejamos:

A nível da linguagem nem sei por onde começar, se já falava tudo, agora espanta-nos com observações pertinentes, na hora e no contexto certo.
Cuidado com os carros!

O xonxo e o quico xão baus!
(o sonso e o mafarrico são maus)
etc...
O cuca já é ruca e o caco já é carro. Mas continua a dizer ábua e eu adoro.

Continua meiguinha como sempre. Pede co'inho, abraça-nos, beija-nos e diz minha nádia, meu pau'o... é de derreter o coração. Abraça-me e diz quida (querida), com a voz mais terna e o sorriso mais doce do mundo.

Não é de fazer birras, quando é contrariada, faz um choro fingido, mas se vê que estamos chateados, a birrinha passa rápido.

Diz que o pai natal vai trazer istóias do poupas, do ruca e do noni.

Adora e anda sempre rodeada de livros, jogos de encaixe, torres de cubos... claro que não dispensa os seus bebés e parafernália adjacente, lençóis, pratos, colheres...

À noite não refila por ir para a cama, pois sabe que vamos ler uma história, mas uma nunca lhe chega e pede sempre mais. E depois pede ábua e eitinho, tudo para ganhar mais uns minutos ;)

Enquanto está na cama a tentar dormir damos as mãos e por várias vezes, tira a chucha e beija-me as mãos, um beijo rechunchudo e tão meiguinho!

O leite continua a beber pouco como sempre, de noite bebe no máximo uns 80 ml é mais para aconchegar, pois como jantou pouco tempo antes, ainda não tem fome. De menhã bebe no máximo 150 ml.
De resto continua a comer bem como sempre, uns dias refila com a sopa, mas lá vai comendo. Quando come fora de casa, geralmente ao fim de semana, é o descalabro, basta estar acompanhada/ na brincadeira que não come nada. É desesperante.

Continua a não querer grandes conversas com o bacio... "Não quéio quecas, quéio faudas, titiz é bebé mãe!"
Após algum tempo sem insistirem, esta semana voltaram a tentar na creche e tem feito no bacio... vamos ver.

Continua maternalíssima. Adora bebés e pôr-lhes a chucha na boca. Fala com eles em maternalês e faz-lhes festas. Puxa-os pelas pernas para que vão brincar com ela para o chão e se pudesse até lhes dava colheradas de sopa ;)

Já gosta mais de pôr fios e pulseiras e de manhã pede para colocar e levar para mostrar aos amigos.

Ao fim de semana assim que acorda pede logo para ir para a xaula. É tão bom tomarmos o pequeno almoço nas calmas e ficarmos juntos a brincar pelo chão e sofá, sem pressas.

No mês passado deixámos de esterilizar os biberons, o P. e a minha mãe já andavam há muito tempo a tentar convecer-me e finalmente cedi.

Também passei a lavar a roupa dela com o nosso detergente.
Está tão menina, mas ao mesmo tempo, continua a minha bebé. Sempre tão feliz que basta-me chegar perto dela para ficar iluminada.

E aos 27 meses, está assim, o máximo!

Breves

O tempo é mesmo muito curto, passo o dia num corre corre e à noite já de rastos não consigo mesmo passar por aqui. Tenho tanta pena, volta e meia dou por mim a pensar tenho que fazer um post sobre isto ou sobre aquilo, mas não tenho mesmo tempo. Hoje como não tenho os olhos a fechar, decidi vir aqui fazer um ponto da situação, mas amanhã quando o relógio tocar às 06.45h vou arrepender-me de não me ter deitado mais cedo...
Mas não há maneira, é sempre o sono que fica prejudicado no meio de tudo...
Por aqui está tudo bem. Hoje falei com a minha prima ao telefone e fiquei tão feliz, a cabecinha dela já está ok e o corpo para lá caminha... os médicos dizem que foi um milagre e foi mesmo.
A minha mãe vem cá passar este fim de semana, numa visita lusco-fusco que não vai dar tempo para nada, mas sempre dá para matar um pouquinho as saudades que nos apertam o coração e nos tiram o ar todos os dias...
No Sábado vamos ter o baptizado do Santiago e nós somos os padrinhos (Tiago como diz a Tiz e pronuncia com muito cuidado todas as sílabas) e desde a semana passada que ando a tratar da minha toilete e da Tiz, o pai diz que a dele escolhe-se 2 horas antes ;)
Depois mostro.
Ando a tentar arranjar uma senhora que me venha aliviar das nunca-concluídas tarefas domésticas, para que possa ter um pouco mais de tempo para o trabalho e para mim.
O 1º ano é mesmo muuito exigente e tenho muito trabalho para fazer em casa, fisicamente ando cansada, mas muito feliz com os meus traquinas de 5 e 6 anos ;)
Hoje estamos sozinhas em casa, o pai foi em trabalho para a ilha dourada e regressa amanhã, por isso vou ali tirar a tiz da caminha dela e levá-la para junto de mim, há tanto tempo que não adormeço com o cheirinho bom dela no meu nariz...

Volto assim que conseguir, desculpem a minha ausência nos vossos cantinhos.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Parabéns Mãe

Minha mãe adorada, o mundo ficou mais rico no dia 21 de Outubro de 1962. Nasceu uma pessoa maravilhosa, com um coração do tamanho do Universo. És sempre tão bem-disposta e alegre que marcas a vida de todas as pessoas que têm a sorte de passar por ti.
Mesmo estando longe és o meu pilar, a minha força. Não sei o que era de mim sem ti.
Só quero que tenhas muita saúde e que estejas sempre junto a mim, para me ajudares a crescer como tens feito até hoje.
Amo-te!



terça-feira, 20 de outubro de 2009

Vendo Robot de cozinha Chicco

Cá está ela a Bimby dos bebés ;)
Está em óptimo estado, foi utilizada apenas 3 vezes. Quem possa estar interessado, deixe comentário ou envie-nos um mail para oblogdamariatiz@hotmail.com.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

17 anos! Parabéns princesa!

Faz hoje 17 anos que nasceste, não nascia um bebé na família há uns 7 anos e eu com os meus 12 anos acabados de fazer estava desejosinha de te ter nos braços. No dia em que chegaste a casa, horas depois estava lá eu com o coração aos pulos para te ver. Tão pequenina e cor de rosa! Tudo girava à tua volta e nós adoravamos-te. Todos os fins de semana eram passados junto a ti, a filmar o banho, as primeiras gracinhas, os primeiros passos, tudo!
Eras tão linda! E a Tiz dá tantas ideias a ti em bebé.
Quando chegou o convite para ser tua madrinha, não cabia em mim de orgulho e felicidade! Uma sensação maravilhosa ouvir-te dizer madinha... como corrias para os meus braços e me beijavas quando nos encontrávamos, fazias-me sentir tão importante.
Não sei se hoje vais ter noção de que é o teu dia, mas sei que sentes o amor de todos que estão à tua volta.
Tudo o que passaste/passamos há menos de 3 semanas, esse pesadelo horrível, dá-nos agora forças para te amar ainda mais!

Que venham muitos e muitos mais anos para celebrar, contigo na plenitude dos teus sentidos!

Parabéns Andreia, a madrinha adora-te daqui até à lua!

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

2 anos e 3 meses



Titiz gota di ti mãe!


Há 27 meses a dar luz à minha vida! E eu não sei o que faria sem ti! Ti amo principessa!!!

terça-feira, 13 de outubro de 2009

De volta a casa!

Ando há tanto tempo para dar notícias, mas a falta de tempo aliada ao excesso de trabalho não têm permitido... Mas hoje mesmo com o sono e as dores de garganta a darem cabo de mim, não podia deixar de aqui vir dar esta notícia... a Andreia foi hoje para casa.
Quando o meu pai me liga depois do almoço a contar-me as novidades do dia, eu nem queria acreditar no que ouvia... o meu pai estava ao lado dela e até me passou o telefone. Foi tão bom ouvir aquela voz meiguinha e tão calma, feliz por ir para casa.
Ainda não sei grandes pormenores, sei que vai todos os dias ao hospital fazer fisioterapia, mas vai fazer-lhe muito bem ir para casa.
Ela tem passado os últimos dias muito confusa, parece que a memória está intacta até ao dia do acidente, mas desde então o mesmo já não acontece...
Não sabe qual o dia da semana em que está, não percebe que vai fazer anos depois de amanhã, explicam-lhe o que lhe aconteceu, mas pouco tempo depois pergunta o que ali está a fazer, pede que a levem para casa, para sair dali.
Por vezes tem reações agressivas, o médico diz que é tudo normal, tento em conta que a zona do cérebro mais afectado pela queda, diz respeito ao comportamento.
Apesar de os médicos dizerem que é tudo normal e faz parte do processo, é inevitável pensar será que ela vai ficar a 100%, demorará muito?
No fundo do meu coração sei que sim, sempre senti que ela vai ficar a menina que sempre foi... Agora até parece estranho estar preocupada com isto, tendo estado ela em risco de vida, mas o ser humano é mesmo assim, quer sempre mais...
Por isso acho que só lhe vai fazer bem, ir para casa, para o ambiente dela.

Beijos para todos***

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

No bom caminho...

A Andreia já saiu dos cuidados intensivos para a enfermaria! Já pode receber mais visitas e o neurocirurgião disse que não há lesões no cérebro!!!
Já não tem tubos por todo o lado e já come. Puseram-na de pé e não vomitou ou ficou tonta... uma pequena guerreira esta minha menina.
Hoje os meus pais foram vê-la e disseram que ainda está com o olhar um pouco parado e por vezes fica confusa... eu sei que é normal, foram muitos dias de medicação, mas não consigo deixar de ficar triste... não vejo a hora de sentir aquela alegria, boa-disposição e força que lhe são tão característicos.
Quando sente o penso que tapa a cicatriz da operação ao baço, chora e diz que nunca vai ficar boa... Disseram-lhe que eu tinha ido vê-la às escondidas e ela ficou com pena de não me ter visto...
Através de amigos e mais amigos, a história do caso dela chegou ao conhecimento da equipa do nosso adorado Póping, que autografaram uma camisola que lhe foi entregue pessoalmente pelo Tiago no hospital. Imagino a alegria dela!
Está tudo no bom caminho, não vejo a hora de ter a minha priminha de volta.

Mais uma vez Muito Obrigada por tudo! Vocês são do melhor! Prometo começar a visitar-vos em breve...

domingo, 4 de outubro de 2009

Muito boas notícias!

É com muita alegria e emoção que vos venho hoje dar estas notícias! A minha prima teve uma recuperação fantástica nesta semana... Na 6ª feira, dia em que cheguei, retiraram-lhe a sonda que tinha na cabeça. Sábado estava bem mais desperta e hoje acordou, ainda que meio abananada. Já lhe foi retirado o ventilador e ficou muito emocionada ao ver os pais, irmão e avós.
Esta pequena guerreira que passou 8 dias encharcada em medicação e com tubos pela garganta abaixo, hoje já conseguiu proferir as palavras mano, por quem tem um amor doido e pediu o seu telemóvel ;)
Visto estar a ter reacções tão significativas penso que não existirão quaiquer lesões cerebrais, facto que só será confirmado após vários exames que ainda fará, mas do fundo do coração sinto e tenho fé que ela vai estar bem e continuará a ser a Andreia que sempre conhecemos.
Hoje consegui dar uma escapadela pelo corredor e vi-a através do vidro da porta, sem deixar que ela e a enfermeira me vissem... É uma emoção muito grande ver alguém que amamos deitado numa cama de hospital, saber pelo que ela passou... mas tê-la visto de olhos abertos e a mexer-se com a sua carinha perfeitinha de sempre, deu-me uma grande alegria.
Espero que a recuperação continue a decorrer tão bem quanto até agora e que em breve este pesadelo faça parte do passado.
Agradeço tanto a Deus todo Poderoso que nos deu a mão em todo este percurso e a todas as pessoas que através de meios reais e virtuais demonstraram a sua bondade e carinho.
Muito e muito obrigada!!! Estou feliz!

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Mais notícias

Ontem os médicos decidiram retirar a medicação que a mantinha a dormir para ver como ela reage acordada. Pode demorar 1, 2, 3 dias a acordar depende do organismo... O que me angustia é ainda não terem dito que está fora de perigo.
Se ela reagir bem acordada vai ser possível avaliar o estado do cérebro.
Já tinha viagem marcada há algum tempo para este fim de semana prolongado, estou ansiosa por chegar e poder ver a minha prima e abraçar todos. Espero que São Pedro colabore, pois o tempo por aqui está muito invernoso e o meu stress já está ao rubro...

Obrigada pelas vossas orações, pensamentos positivos, ... É tão bom chegar aqui e ter estes abraços virtuais.
Mil beijos para todos***

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Notícias

O Tac feito hoje revela algumas melhoras, não está ainda fora de perigo como tanto ansiamos, mas já é um passo importante.
Eu não vejo a hora de saber que ela está bem, salva, de volta à vida que ela tanto ama!
Fiquei muito, mas mesmo muito sensibilizada, com o apoio que nos deram aqui. Este é mesmo um mundo à parte, onde felizmente só tenho conhecido gente boa e sempre disposta a ajudar, adorava conhecer-vos a todos pessoalmente e retribuir o carinho que me dão com um abraço bem apertado.
Obrigada por tudo, continuem por aqui que precisamos da vossa força!

Obrigada Ana, és uma amiga incansável.

domingo, 27 de setembro de 2009

Preciso da vossa energia positiva

Sexta-feira a minha priminha Andreia de 16 anos foi atropelada à entrada da escola. Aquele corpinho frágil de 40 e poucos kilos levou com um autocarro em cima... Foi-lhe retirado o baço de imediato, mas o que inspira mais cuidados é o cérebro, os médicos ainda não conseguiram avaliar a gravidade e ela continua em coma induzido.
A família está devastada, eu ainda não estou em mim que a minha querida prima está numa cama de hospital ainda com prognóstico reservado... A família está constantemente no hospital, nas 2 horas diárias em que pode receber a visita de uma pessoa, e anseiam receber boas notícias dos médicos..
Eu aqui longe, sinto-me ainda mais impotente, rezo, rezo e rezo. Peço que tudo acabe em bem e que possamos ter aquele sorriso lindo novamente. Encontrei por aqui muita gente com bom coração e peço-vos agora que enviem energias positivas para que ajudem este pesadelo a chegar ao fim...

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

O inseparável Ruca


Cada vez gosta mais deste boneco, eu é que cada vez gosto menos dos seus maus exemplos... O Ruca tem muitos comportamentos parvitos, claro que no fim da história tudo se resolve, mas duvide que a Tiz ligue a essa parte...
Há dias via um episódio em que o Ruca dizia: A culpa é tua Rosita! com uma voz toda irritada. Pois no mesmo instante a Tiz virou-se para mim e disse: A cupa é tua mamã!, exactamente com o mesmo tom de voz. Claro que não ligou nenhuma à parte em que a mãe do Ruca diz com a sua voz irritante: Isso não foi nada simpático Ruca, tens que ser simpático com a tua irmã.

Fashion

domingo, 20 de setembro de 2009

Sem tempo

Ando muito afastada dos blogs, com muita pena minha, tenho saudades de tantos cantinhos que visitava assiduamente.
O motivo tem a ver com o meu trabalho. Este ano lectivo vou ter um 1º ano e inicialmente há muita, muita coisa para preparar... Tem sido na escola, em casa até às tantas, até o meu querido P. já recorta e plastifica para me ajudar. Parece que para lado que me viro surge mais qualquer coisa para fazer...
A casa tem ficado para trás, a net também e é tenho feito um esforço muito grande, para dar à Tiz a atenção a que está habituada.
Amanhã é o primeiro da de aulas por cá e como entro às 8.15h, vai passar a ser o pai a deixar a Tiz na creche de manhã, para que não tenha que sair de casa tão cedo e eu continuo a ir buscá-la.
Desde que entrou na creche a 26 de Janeiro de 2008, não houve um único dia em que eu não a tivesse levado de manhã, pode parecer parvo, mas já me está a fazer muita confusão ter que prescindir deste momento com ela...
Em relação a ter mais tempo para mim, penso que dentro de umas semanas entro no ritmo alucinante de ter uma sala cheia de miúdos de 6 anos e do trabalho em casa que isso implica, e vou conseguir vir aqui com mais frequência.

Aé lá desculpem a minha ausência nos vossos cantinhos, posso passar para dar uma leitura na diagonal, mas vai ser difícil comentar..


Beijos para todos****

Dirty Dancing

Este filme continua a encantar gerações, de mulheres subentenda-se. Para a Tiz, não foi a parte emocional que a prendeu ao ecrã, mas sim a musical. Cada vez que havia bailarico, nem pestanejava.



E graças à Zon, vimos a dança final 3 vezes. "A nina e nino mãe?? Quéio mais mãe. Põe nina e nino!" E que bom que é ter uma filha para partilhar estes momentos!

A crescer

Depois de ter voltado uns meses para o nosso quarto, achámos que estava na hora de regressar ao seu. Adormeceu, comigo sentada ao seu lado. Dormiu a noite toda sem dar um pio, eu fui lá uma vez, estava toda destapa e gelada. Hoje está com uma tossinha... :/
Acordou cedo, o quarto dela tem mais claridade, e com a fralda a abarrotar. Correu bem.

E por falar em fralda a abarrotar. Por vezes vejo por aqui que crianças de idade à volta da Tiz, acordam com a fralda da noite progressicamente mais seca... Ela usa o tamanho 6 à noite e é cada vez mais frequente passar para o pijama... Ela bebe muita água ao jantar e adora gelatina... Será disso?

O Outono está a chegar

De pijaminhas (adora a ninie) e pantufas já está aviada, só falta tudo o resto ;)


terça-feira, 15 de setembro de 2009

Adoro-o

Continua a arrepiar-me tanto hoje como me arrepiava aos 13 anos.... Mas hoje ouvir esta música, ver este vídeo arrepiou-me muito mais...
Não havia nenhuma rapariga que não se imaginasse nos braços dele neste filme. Eu vi-o muitas, tantas vezes ao ponto de decorar as falas. Espero que tenha deixado descendência à altura, pois é um crime estes genes não continuarem por cá...
Espero que continue a dançar num sítio melhor que este. God Bless.

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

2 anos e 2 meses

Não posso adiar nem mais um dia o que ando para fazer há já tanto tempo... um género de resumo dos teus 2 anos, uma colItálicoecção de coisas deliciosas que não me posso esquecer nunca, pois são verdadeiros tesouros!


Conversas:




Quéio pão titeia mamã, xáxávor. (Quero pão com manteiga, se faz favor)


A passear com o teu carrinho de bebé ao fim do dia na rua, olhaste para o céu e disseste: Óia a lua mamã!


Os cóquis meus? (Os meus óculos) Quando vamos no carro e o sol te bate na cara.

Em casa a passeares no triciclo:
"xau mamã, té maiã!" (até amanhã)
Onde vais filha?
"Às compas" (compras)
E o que vais comprar?
"cuiz, tatata, maxa, xixa e cútis" (arroz, batata, massa, "chicha" e iogurtes)

"Tou p'onta!"
quando estás despachada e pronta para sair.

"Não quéio!"
juntamente com uns braços cruzados e uma cara amuada, que quase sempre se desmancha num sorriso quando nos rimos para ti.

"Titiz a'iúda"
(ajuda) queres ajudar sempre, em tudo.

Quando o pai chega a casa dizes: "O papá xigou mamã!!" e corres a dar beijos "dá einhos ao papá!" (dá beijinhos)

"Titiz pódi!"
quando queres fazer alguma coisa.

"Titiz não pódi mamã! Titiz é bebé!"

Coisas tuas:

Andas sempre com uma malinha a tiracolo, às tostas (costas) ou pendurada no carrinho de bebé.

Não largas o tau-uau nofo (telemóvel novo) que o papá deu, o primeiro telemóvel meu que estragaste, e sempre que perguntamos com quem estás a falar , é com a Nana!

Adoras saias. Quando vestes uma, corres a mostrar a toda a gente com um sorriso na cara. Oía a xaia, dizes enquanto levantas um pouco a saia e a perna. Pões panos ou toalhas à frente do corpo e exclamas contente, xaia, xaia!

Queres fazer tudo xoxinha (sozinha). Comer já o fazias há algum tempo e safaste bem. Agora queres beber água por copos de vidro, descer escadas e uma série de outras coisas sem que ninguém te ajude.

Gostas de tomar banho de banheira cheia com a mamã. Titiz aiúda mamã! enquanto monipolizas o chuveiro e me vais lavando.

Gostas de toda a fruta, crua comes sem parar, boião é quando tem que ser. E não dizes que não a um alimento desconhecido. Comes bem. Tens bem a quem sair.

Continuas a dormir bem, embora nas férias apenas dormisses 10h por noite, sabias que havia muita coisa boa para viver;) Por vezes oiço um "a chucha mamã?" com uma vozinha muito ensonada e mal tens a chucha na boca voltas a dormir.

Falas muito, muito mesmo. Quando não estás a falar estás a cantar. Adoras a música dos parabéns e a do sapo. Até falas a dormir. Adoro quando me pedem para traduzir o que dizes, adoro que sejas só minha em tantas pequenas coisas.

Por vezes falas, com as bonecas ou num género de pirraça, ao som da melodia da música do sapo. (Sapo, sapo, sapo
à beira do rio, quando o sapo canta
é porque tem frio)

Andas de gatas em casa a imitar os cães e os gatos.

Adoras a chucha. A maioria dos dias só a usas para dormir, mas gostas muito, muito dela.

Continuas sem gostar muito de leite. Bebes entre 70 a 120 ml de manhã e à noite quando já estás a dormir à 2 ou 3 horas dou-te 150 ml.
Não gostas de nenhum leite de vaca.

Já fizeste alguns cocós e xixis no bacio, mas ainda não estás muito nessa.

Billie jean é a tua música com o tio A'ié. Danças, danças, rodopias até cair no chão. Com ele também gritas Póping!!!

Reconheces a família através de fotos, sabes os nomes de todos e conheces a voz ao telefone.

Sempre que vês um avião é o "vião da nana".

Adoras dar beijos, abraços a andar de mãos dadas com outras crianças.

Não podes ver uma criança com a chucha pendurada que te apressas a colocá-la na boca respectiva.

Gostas muito de crianças mais velhas e ficas fascinada a observá-los, queres entrar nas suas brincadeiras.

És muito, muito meiga.

És muito, muuuuuito feminina.

És menina do papá. O papá é meu, mamã!!! Passam horas na brincadeira juntos, o papá tem uma paciência infinita. Gostas que ele te faça o "saco de batatas", gostas de vê-lo fazer malabarismos com a bola, gostas de brincar à apanhada e às escondidas, gostas de brincar às bonecas e o papá dá a papa e muda fraldas. E tu tiras a chucha, fazes o teu bico de pato e dás-lhe beijos maravilhosos, festinhas na cabeça e massagens de 3 segundos.

És muito cuidadosa e nada aventureira."Tem cui'iáio papá. Tu cais!" quando o pai descia um muro. Podemos estar descansados numa esplanada, restaurante, seja onde for, porque nunca sais de perto de nós. Se ouvires um carro com velocidade excessiva, corres a agarrar-te a nós.

Tens medo de animais e é um custo fazeres uma festinha a um cão ou um gato.

Tens medo/vergonha de homens que não conheces. Pode ser um que te sorria na rua, ou o empregado do restaurante, foges para agarrar as nossas pernas. Se for mulher não há problema nenhum.

Continuas sem gostar de nada que te aperte, nem acessórios na cabeça. Embora gostes de brincar com ganchos e elásticos.

Adoras escorregas e parques infantis.

Adoras bebés, és muito carinhosa com eles, fazes festinhas e dás beijinhos, queres pôr a chucha e dar a papa. E falas com eles em maternalês.

Continuas a adorar de paixão as tuas bonecas. São a brincadeira número 1! Cada dia mais maternal.

Gostas de livros, são todos "tóias" mesmo que sejam folhetos de supermercado. Gostas de folhas de papel e lápis, nós não tos damos com a regularidade que tu gostavas porque há sempre riscos pela casa fora.

Adoras àgua, mar, piscina, areia, tudo que simbolize o Verão... até caracóis ;) Quem te quer ver é de balde e pá a ir buscar àgua, apanhar conchinhas, destruir as construções de areia que fazemos... dar mergulhos nas pocinhas e nadar com a bóia da babie. Quase todos os dias pedes para ir à páia.

Adoras "túio de pê'a" (sumo de pêra) da compal e bebes pela palhinha o pacotinho todo sem entornar.

Tens 12 dvd's do ruca que já viste milhares de vezes. Mas vês cada episódio com a mesma atenção e concentração da primeira vez. Assim que chegas a casa é o que pedes para ver e ficas sentada no sofá cerca de 1 hora.

Nunca pedes para ir dormir e depois das férias a hora de ir para a cama era sempre acompanhada de muita birrinha e choro.

Gostas de tirar brinquedos das mãos de outras crianças e desatar a correr com eles na mão, sempre a olhar para trás, a ver se és seguida.

Não és de fazer birras, será que ainda vêm aí?

Adoras gelados. Já provaste todo o tipo de porcarias, batatas fritas, chupa-chupas, etc. e adoraste, claro. Sempre que vês alguém comer pedes, mas aceitas bem quando digo que não podes.

Faltam-te os últimos 4 molares para teres a dentição completa.

És tão expressiva.

És feliz, tenho a certeza! E é impossível estar junto a ti sem um sorriso na cara.



O que dizer mais? Enquanto não encontrar palavra que signifique mais do que Amo-te, é só isso que te posso dizer Amo-te muito, muito, tanto, cada dia mais um bocadinho.

domingo, 13 de setembro de 2009

A Tiz e as colheres

Há já muito tempo que a Tiz adora colheres, e eu dei-me conta que nunca o tinha contado aqui. Não sei precisar há quanto tempo foi, talvez um ano, que a Tiz começou a andar constantemente com colheres na mão.
Primeiro colheres de café, depois de sobremesa e depois as de sopa, adora-as todas. Começou por pedir-nos para lhas darmos e agora ela mesma vai à gaveta buscá-las. Tenho montes de colheres que ela trouxe de cafés e restaurantes e estão por todo o lado, debaixo do sofá, dentro de gavetas, no chão do carro...
Tem fases em que anda mais agarrada às colheres, outras que anda menos... E faz tudo com elas, toma banho com a colher na mão, brinca e dorme.
Depois seguiu-se o hábito de agarrar uma pequena tigelinha e fazer de conta que dá papa aos bebés. E para tigelinha qualquer recipiente com uma concavidade serve, até a tampa de uma garrafa.
E assim ficou relatada a primeira paixão da minha Tiz!



No Natal passado

Fases

Nas férias chegou a fase do, Quem é? O que é? O que é ito? Tudo assim muito bem explicadinho. Quer saber tudo sobre tudo! No meio do elevador cheio de pessoas, desata a perguntar quem é toda a gente.
É muito curiosa com tudo e quando vê um objecto desconhecido começa logo o reportório das perguntas.
Quando vamos no carro faz perguntas acerca de tudo o que vê. Quando chegámos de férias, ao vir do aeroporto para casa, passámos por vários túneis e ela perguntou logo o que era. Quando entrava no seguinte, exclamava muito admirada "óia outo tuél!!!" nem parecia que passava por uma dezena de túneis todos os dias...
Há dias viu pela primeira vez o Rei leão, sentadinha no sofá com o pai viu 75% do filme sem se mexer do sítio, apenas não se calou um segundo, quem é? o que é? o que tá a axer (fazer)?
E muitas, muitas perguntas se sucediam com o decorrer do filme... gostou muito do ximba (simba) e fez xô às enas (hienas).
Imagino como vai ser a fase dos porquês...

Sono

A Tiz por norma adormece ao meu lado e há cerca de 1 ano ganhou o hábito de mexer nos meus lábios enquanto adormece. A maioria das vezes sabia muito bem as mãozinhas dela, excepto quando tinha as unhas maiorzitas e arranhava-me com aqueles beliscõeszinhos mais afiados, mas não é nada higiénico e quero voltar a adormecê-la na cama dela na qual eu não me posso deitar... por isso andava há uma série de tempo para lhe tirar o vício.
No mês passado, comecei a não deixar e expliquei que era cacá e que fazia dói-dói, etc. Ela ainda não se mentalizou da mudança e todos os dias tenta, à conta disto demora quase todos os dias 1h a adormecer.
Ontem sai-se com um " 'pestas bopa, mamã? (emprestas boca)" e eu nem queria acreditar no que ela estava a dizer, de coração partido lá lhe disse que sim e ela disse logo bigada, fez-me 2 festinhas nos lábios e disse já tá.
Demora muito a adormecer, rebola e rebola, até encontrar a posição certa, mas entretanto vai-me fazendo muitas testinhas e dando muito beinhos, tira a chucha, espeta os lábios como um bico de pato e procura-me no escuro para me beijar.
Impossível não estar in love!

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Chesse

Pode ser por ver a mãe constantemente de máquina fotográfica em punho (sobretudo nas férias), mas a verdade é que a Tiz adora agarrar num telemóvel, comando ou qualquer aparelhómetro que possa passar por máquina fotográfica e fazer de conta que tira fotos a tudo e todos.
E ainda remata com um: Mamã xesse!

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Adivinhem

em que é que a Tiz sai única e exclusivamente ao lado da sua mãe????


Ainda na casa dos vovós onde todos os fins de semana havia caracolada

A gostar de caracóis!!! Claro que quando nos viu comer, quis exprimentar e ficou fãzérrima. Mal os vê grita logo tacóis!!! E não se contenta com 1 ou 2, come às mãos cheias.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Adeus virose

Na madrugada de 6ª para Sábado a febre apareceu e eu resolvi levá-la ao médico durante o dia. Depois de a observar concluiu que estava tudo bem, logo confirmou a virose. Pediu-me para aguardar mais 2 dias, se na 2ª feira continuasse com febre para lá voltar, mas felizmente não teve mais.

Ainda nos estamos a habituar ao regresso ao trabalho, pelo que não tenho tido muito tempo para vir aqui contar as milhentas coisas novas da minha princesa, como ela cresceu por "dentro" e por fora nestas férias, como está uma faladora nata e como eu amo cada dia mais esta minha menina-bebé. Volto assim que conseguir!

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Regresso às aulas


Ontem, foi o 1º dia de aulas deste ano lectivo, para a Tiz. Ela ficou muito bem, graças a Deus, como sempre. Nem um mês e meio longe da escola a fizeram estranhar nada, foi logo dar beijos à educadora, auxiliares e aos colegas, enquanto dizia o nome de todos eles.
Durante as férias eu falava-lhe que daí a uns tempos iria regressar à escola e ia brincar com os amiguinhos e ela agarrava-se ao meu pescoço e dizia "não! quéio a mamã!". Mas pelos vistos quando os viu não resistiu ;)
Hoje ao chegarmos perto da escola, começou logo a cantar cola, cola... e ao chegar teve os colegas a chamar tiz, tiz e ela foi a correr felicíssima abraçá-los!

Na 3ª feira ao fim do dia notei que a Tiz estava quente e o termómetro marcava 38,5º. Só notei porque estava quente, pois de resto estava normal, super bem disposta. Tomou o benuron e dormiu a noite toda sem febre. 4ª feira, no último dia de férias, começou a ficar com febre por volta da hora do almoço, novamente benuron e foi dormir a sesta. Eu liguei ao pediatra que está de férias que me indicou a continuar com benuron e se necessário brufen, pois é certamente uma virose uma vez que ela não tem quaisquer outros sintomas, nem tosse ou ranhocas... fez apenas uns cocós mais moles, e passou o resto do dia sem febre.
Na 5ª feira foi para a escola e só quando acordou depois da sesta estava quente. Não consegui ver a temperatura pois na escola têm apenas termómetro para colocar debaixo do braço e ela não deixou... mas dei logo benuron. Por volta da hora do jantar a febre voltou, 37,7º e novamente benuron, demorou 1 h até baixar a temperatura, mas passou o resto da noite bem.
Hoje acordou com 37,7º, novamente benuron e até agora não teve mais febre. O médico disse para aguardar 4/5 dias, mas acho demais e estou a pensar levá-la a outro médico para ser observada.
Ela está sempre bem-disposta, come bem e dorme bem, por isso não sei o que será!

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Tardes

Fica o registo de algumas tardes ainda em casa dos avós...