sábado, 28 de novembro de 2009

Alto e pára o baile!

Depois de ver que surgiu algum alarido na minha caixa de comentários, achei por bem esclarecer uma coisa.
O pediatra da minha filha é a favor da vacinação. O facto de ter passado uma autorização para que a minha filha levasse a vacina,(pois como já tem mais de 24 meses só assim a poderia levar) tem exclusivamente a ver com o facto de ela ter um historial de problemas respiratórios.
Não se tratou de maneira nenhuma de um favorecimento, pois no fim da consulta eu pago os mesmos 55€ que toda a gente e os meus olhos não são assim tão bonitos.
Quando estava no centro de saúde, estava uma senhora no balcão do lado a marcar a vacina para a filha de 8 anos...
Deixo aqui a minha singela opinião, quem tiver familiares com problemas graves e que queira levar a dita vacina é bom que tire o cú do sofá e vá tratar disso!
Ou vão estar à espera que o centro de saúde telefone? E já agora ia a casa dar a vacina não?
Eu já deixei de acreditar no Pai Natal e no coelhinho da Páscoa há uns anos...

Agradeço a quem veio aqui dizer que o meu post estava a levantar polémica e que até já circulava no messenger.
Que o tuga é um povo mesquinho por natureza eu já sabia, mas eu pessoalmente tento fazer diferente, se tenho algum problema com alguém olho na cara e tento resolver, foi assim que fui educada!
Se alguém queria colocar alguma questão, devia tê-la colocado a mim!
É incrível o que a falta de ocupação provoca... e eu com roupa para passar a ferro que quase tapa as costas da cadeira... alguém está interessado? Será que podiam colocar este post a circular na net? Pode ser que me apareça alguém carregadinho de espírito natalício a querer fazer uma boa acção.

13 comentários:

  1. Não sei se percebi bem... Mas ainda há pessoas que não sabem que quem tem doença crónica pode/deve tomar a vacina, desde que tenha mais de seis meses de idade e tal seja atestado pelo médico?

    O M. tem mais de 24 meses e vai tomá-la porque também tem historial de doenças respiratórias (nariz, ouvidos e brônquios), inclusive asma (para a qual é medicado) que dá a tal indicação para vacinação.

    Também gostava de vacinar a minha filha, mas como ela tem seis anos e não tem doença crónica (também teve asma em pequena mas felizmente 'desapareceu') é óbvio que o pediatra não passa a declaração! Resta-lhe esperar pela vez dela.

    Beijocas para ti e para a Tiz! E que tal é que ela reagiu à vacina?

    ResponderEliminar
  2. Assim mesmo é que se fala. Gostei, sim senhora.

    Uma avó

    ResponderEliminar
  3. Por amor de Deus mas que é que as pessoas têm com isso? Deviam meter-se na vida delas antes de fazer qualquer tipo de comentario sem saber ao certo o que se passa!!!
    E mesmo que a Tiz nao tivesse qualquer problemazinho ddo que fosse ninguém tem nada com isso,esta mae fez o que tinha de fazer,quem mandou foi um medico...protestar nem sequer é aqui.
    Por amor da santa...nao devem ter muito que fazer!
    Enfim, haja más línguas...
    Beijos lindona e gostei o que escreves-te...educada e correcta!

    ResponderEliminar
  4. Bom dia, não me parece que a sua resposta tenha sido duma pessoa que se acha tão bem educada.
    Nem muito menos li qq comentário que lhe tenha sido dirigido ofensivamente, mas enfim cada um reage da forma que sabe.
    Vamos lá ao que realmente interessa, o meu filho tem 12 anos, é diabético e seguido no Hospital num grupo próprio para crianças diabéticas assistido pela Dra.M. Temos realmente que aguardar pela chamada para a vacina,venha vc para aqui inventar coisas e pior insinuar que as pessoas não são boas mães, só pq seguem o sistema correctamente.
    Se bem li num post seu anteriormente, a sua filha sempre foi saudável e agora é doente crónica respiratória , só assim poderia ser considerada do grupo de risco prioritário na toma da vacina.
    Para finalizar, eu tenho olhos muito bonitos pq refletem aquilo que eu sou !

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  7. Bom dia para si também, desculpe não dizer o nome mas não sei a quem me dirijo.
    O que eu disse no meu post, é que fui educada a olhar as pessoas nos olhos e resolver os meus problemas. Este foi um aspecto da minha educação, não disse no geral que era uma pessoa bem educada. Devia ler com mais atenção. Sou sarcástica e irónica, esse é também uma característica da minha personalidade, que não deriva necessariamente da minha educação. Sou à partida uma pessoa calma, mas se me pisam os calos, reajo da maneira que acho mais apropriada. Este espaço é meu, não chamo ninguém para cá, quem se sinta desagradado com alguma coisa, feche a porta e não volte, que eu fico muito agradecida.
    Apesar de não ter lido nenhum comentário que me tenha ofendido, eu não gostei do que li, pois não gosto que me falem em meias palavras e muito menos que não mas dirijam directamente.
    Indo então ao que realmente interessa, a minha filha não está rotulada como doente "crónica" pois ainda não tem idade para ser oficialmente crónica de nada. Se acompanhasse o meu blog desde o nascimento da minha filha saberia que ela já teve muitos episódios de problemas respiratórios e que toma medicação diária para esses ditos problemas, daí que o médico tenha considerado que ela está num grupo de risco.
    Não sei a maneira como cada hospital está organizado, o que me informaram era que tinha que ser eu a deslocar-me e marcar a vacina e não aguardar a marcação.
    Não chamei ninguém de má mãe, até porque falei no post falei em familiares e não em filhos, mais uma vez não leu com atenção o que escrevi.
    E em relação aos seus olhos, se são assim tão bonitos, experimente pedir um favorecimento ao médico, pode ser que funcione ;)

    ResponderEliminar
  8. Valha-me Deus, tanta parvoíce junta. Há pessoas que não entendem a nossa língua e saltam logo para conclusões precipitadas.
    Eu ainda não entendi o que foi que tu escreveste que possa ter causado tão alarido. Se houve a possibilidade da Tiz tomar a vacina na hora não fizeste tu mais do que bem do que aproveitar a oportunidade. Quem tiver um problema com isso que meta rolhas ou vá reclamar aos respectivos centros de saúde.
    Haja paciência.
    Beijos grandes para vocês

    ResponderEliminar
  9. Olá querida mamã, realmente há pessoas que pouco ou nada parecem ter que fazer; um post a circular no MSN? Gravar o blog de uma ponta a outra? Que extremismo...penso que fizeste muito bem em moderar os comentários, este espaço é teu, da tua filha e quem não gosta do que lê, tem uma solução simples: clicar no canto superior direito! Agora, pôr em causa, descaradamente, decisões pessoais...pelo amor de Deus!
    Beijinhos,Sofia,Pedro e Joana

    ResponderEliminar
  10. Mais interessante é, querida Nádia, que as pessoas que tecem comentários tão "simpáticos" tenham o perfil indisponível ou o blog privado...acontece-me o mesmo quase todos os dias! Enfim...não percamos mais tempo com pessoas assim porque não vale mesmo a pena, não concordas?
    Beijinhos grandes para vocês,Sofia,Pedro e Joana

    ResponderEliminar
  11. É que aparece de vez enquando cada anormalóide nestas coisas... incrível! Estas pseudoententidas de alguma coisa que vão ver se está alguém na esquina para lhes dar alguma atençãozinha, sim? Já agora, se estão tão interassadas em dar dicas construtivas ao bisbelhotar blogs, leiam-nos o seu historial desde o início, sim?

    Beijinhos Nádia, e uma beijão do tamanho do mundo para ti, Tiz!

    ResponderEliminar
  12. Obrigada pelo esclarecimento, não sei porquê tanto alarido por causa do post. Enfim...
    beijocas

    ResponderEliminar
  13. Óh Céus... mas de onde surgiu tudo isto?!? Esta gente anda mesmo DOIDA e cada vez mais tenho a certeza que a razão de se apontar o dedo aos outros (ainda que neste caso concreto não existe motivo algum para tal) foi a forma que as pessoas arranjaram para aliviar as suas coinsciências pesadas, por diversos motivos, ao invés de resolverem as suas frustações!

    Tété & Xavier

    ResponderEliminar