sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Saudades...

Ontem ao passear no centro comercial, passei por uma mãe com uma bebé que ainda não devia ter 3 semanas, a bebé estava a começar a chorar e o pai começou rapidamente a preparar o biberão... E senti as lágrimas a quererem aparecer...
Senti um aperto no peito tão grande de saudades... Ao olhar para a minha princesa já crescida no carrinho a fazer gracinhas e a "falar", senti uma vontade enorme de a ter pequenina no meu colo...
Ao contar isto a uma amiga, disse-me logo que estava a precisar de outro... não podia estar mais longe da verdade...
O que eu queria era ter a Beatriz novamente recém-nascida e poder viver novamente todos os sentimentos que ser mãe pela 1ª vez nos traz...
Reviver o primeiro olhar, os primeiros beijos que lhe dei, a primeira vez que calou o choro no meu colo, a primeira vez que mamou, a primeira noite que passei acordada a vê-la dormir...
Queria poder reviver tudo sem parte da angústia, medo e por vezes frustação que senti na altura...
Queria voltar e aproveitar todos os momentos com a minha menina, a minha Beatriz, não com outro bebé.
Não pondo em causa o amor que se sente por um 2º, 3º ou outro filho... É o primeiro que nos ensina e nos faz sentir tudo pela primeira vez...
Quero tanto viver, absorver cada segundo teu minha filha linda e dedicar-me só a ti! Infelizmente a vida não o permite, mas neste período de férias estamos a tirar a barriga de misérias e tem sido maravilhoso, passarmos 24 h juntas, estás cada dia mais esperta, linda e irrequieta ;)
Em qualquer sítio por onde passe, saio de lá com a baba a chegar aos pés, com tantos elogios à tua beleza, simpatia, sorrisos...
És o meu dream come true.... AMO-TE DEMAIS FILHA!!!!

19 comentários:

  1. O medo, a angústia, fazem parte dos sentimentos das recém-mamãs. O tempo passa tão depressa, deveríamos poder pará-lo quando quiséssemos...
    Ficamos muito felizes com cada nova conquista, mas isso leva a deixarmos de ter um bébé para ter uma menina...e que bom que é. Temos de aproveitar ao máximo todos os momentos com elas.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. O tempo passa tão rápido que nós não aproveitamos as nossas princesas ao máximo.
    bjs

    ResponderEliminar
  3. Sinto tudo isso também em relação à minha pequenina Beatriz que cada vez está a ficar mais independente e irrequieta...com apenas 9 meses!!!
    Mas a vida é mesmo assim...o tempo não pára e temos de aproveitar cada segundo com os nossos rebentos.

    ResponderEliminar
  4. Mamã da Tiz, vc disse tudo! Perfeito mesmo!

    Bjinhos grandes para vc e para Tiz, realmente Linda!

    ResponderEliminar
  5. Sabes que na minha opinião é esse medo e essa angústia que tornam tudo tão mágico e marcante!
    Eu durante anos disse que não sentia saudades do Dado pequenino, pelas grandes dificuldaees que passámos durante longos meses, mas hoje em dia já não penso assim, vê lá que até tenho vontade de repetir a experiência!

    Beijos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  6. Ok minha linda, e que tal uma inspiraçãozinha do meu blog...? (If you know what i mean...?)

    Beijinhos!!!

    ResponderEliminar
  7. Penso da mesma forma:) Tenho imensas saudades da minha gravidez e da minha Bia pequenina. Quero absorver tudo dela, todas as suas conquistas!
    Gostava de ter 2 filhos... mas não agora! Aliás, nem sei quando., Pois acho que a Beatriz vai precisar sempre de mim...lol(acho que sou mais eu que preciso, mas enfim)
    Beijocas!!!

    ResponderEliminar
  8. è acredito que sentirei o mesmo que estás a sentir, de facto o primeiro filho trás nos novas sensações, aprendizagens e sentimentos....e sim acho quequalquer dia este blog precisa de ter uma barrita dasde semanas de gravidez ihihih 1 ano e meio de diferença de idades é muito bom ;O)
    obrigada pelo comentário carinhoso,
    bjinhos

    ResponderEliminar
  9. Ainda hoje sinto frustração quando não percebo certas c0isas que a Érica me m0stra.. faz parte da maternidade !

    É tão b0m ter bebés c0m p0uca diferença de idades ;)

    beijinh0s*

    ResponderEliminar
  10. Engraçado porque à dias, ao ver um recém-nascido, fiquei emocionada...
    Tudo tem o seu tempo só é pena este passar a VOAR!
    Beijos
    Tété & Xavier

    ResponderEliminar
  11. Também tenho muita vontade de engravidar de novo, mas agora é mesmo impossível.

    beijocas grandes!

    ResponderEliminar
  12. Sabes que ás vezes sinto o mesmo, até tenho vergonha disto, mas muitas vzes dou por mim com inveja de algumas gravidas, e lá esta o que dzes, ñ era passar por tudo com outro bebe, era voltar atras, tb acho que o primeiro é especial...

    Bjs e boa semana

    Ana e Duarte

    http://comodakiaoceu.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
  13. Pelo que vejo o sentimento é geral! Eu também tenho muitas saudades! É pena certos medos que temos no ínicio e não nos deixam gozar em pleno a maternidade! Mas como voltar a trás não dá, é melhor pensares no próximo!!

    Beijo

    ResponderEliminar
  14. É verdade, não há como o primeiro, mas acredita que com o segundo voltamos a sentir tudo novamente!
    São sempre momentos únicos. Antes do duarte nascer fazia-me confusão pensar como é que iria gostar tanto dele como gostava do vasco...
    mas mal os temos nos braços, percebemos como é possivel!
    Abraço

    ResponderEliminar
  15. Como t compreendo! Fiquei d lagriminha no olho ao ler o teu post... por aí podes imaginar a vontade q tenho d estar grávida e ter novamente um bebé nos braços! Uma vez q a Gui n volta a ter 3 semanas, q viesse outro! Mas n comandamos o nosso corpo... e o meu, infelizmente, parce ter fechado p balanço... :((


    Bjs gds

    ResponderEliminar
  16. É mesmo verdade...a nostalgia e querer viver tudo outra vez com mais calma e serenidade. Mas fdaz parte...

    Beijocas

    ResponderEliminar
  17. Por motivos de segurança e agora que somos papás, e pensamos doutra forma, vamos privatizar o nosso blog para proteção do nosso pequenito. Manda um mail para Rutemsantos@hotmail.com para adicionar-te.

    Mil Beijinhos do Diogo e papás :)

    ResponderEliminar